quarta-feira, 29 de agosto de 2012

meus olhos estão cansados.. cansados d chorar e de olhor o abismo, o escuro

E o abismo puxa cada vez mais e mais.. me torno fracassada a cada dia.. a cada dia o msm sabor da inutilida e solidão...
desejo ficar trancada em meu quarto.. sair pra nada.. durmi pra sempre.. chorar sozinha, onde la, poderei chorar, chorar muito e ninguem assim iraR me ouvir.. na verdade ninguem me vê chorar.. ninguem sabe o cemiterio q esta dentro d mim..
todos achaum uma bobagem.. todos ficando rindo de mim.. ninguem me dá uma unica oportunidade.. ninguem vê meu verdadeiro EU...
Por mais q doa, gosto dessa tristeza.. ela ja se tornou parte de mim.. diria q como se fosse minha amiga.. a solidão tbm... pois ambas estão no momento q eu mais preciso.. mais choro...e sinto falta delas.. pode ate ser duentio isso.. mais eu ja me tornei parte disso tudoo
Só queria fechar os olhos pra sempre e nunca mais acorda...


“Vontade de fazer nada, só dormir. Dormir porque o mundo dos sonhos é melhor, porque meus desejos valem de algo, dormir porque não há tormentos enquanto sonho, e eu posso tornar tudo realidade. Quando acordo, vejo que meus sonhos não passam disso, sonhos; e é assim que cada dia começa: desejando que não tivesse começado, desejando viver no mundo dos sonhos, ou transformar meu mundo real num lugar que eu possa viver, não sobreviver…”
Caio Fernando de Abreu.









Nenhum comentário:

Postar um comentário