segunda-feira, 12 de setembro de 2011




Sei que sou o meu pior inimigo. Mas a fome é uma distração de uma dor maior, de uma decepção, uma mágoa, um fracasso. Só que qualquer coisa é desculpa para eu não comer. Minha auto-estima é inversamente proporcional ao meu peso. E só gosto de mim magra.


Nenhum comentário:

Postar um comentário